IWA 2009 – Cada vez maior

Já passou um mês desde a realização deste evento internacional mas como ficou prometido, cá vai a reportagem da nossa visita. Pela quarta vez tomamos rumo a Nuremberga, na Alemanha, para descobrir as últimas novidades em vários sectores, nomeadamente no mundo da cutelaria – e este ano a IWA esteve em força no que toca a facas.

IMG_9477.jpg

Uma das facas premiadas pela edição deste ano do festival Weld der Messer

Tal como ano passado, e salvoerro pela segunda vez, desencadeou-se o movimento Weld der Messer (Mundo das Facas) que consiste numa espécie de eleição dos melhores exemplos de cutelaria prestes a sair na colecção de 2009 dos mais variados fabricantes mundiais. Existium uma exposição temática (em paralelo à exibição principal) a qual foi documentada por mim com fotografias, presentes já na galeria que coloco à vossa disposição.

Certo que poucas pessoas podem ter noção da dimensão da feira e em especial da Messezentrum de Nuremberga, mas como factor de comparação posso descrever que toda a Securex (feira na FIL sobre segurança realizado em Lisboa  no final do mês passado) cabia em apenas um pavilhão da Messe. Este ano a feira contou com uma área extra, totalizando os 8 pavilhões – muito quilómetro para andar pelos mais de 1000 expositores com áreas de negócios a oscilar sempre entre segurança, caça, outdoor, sobrevivência, lazer, desporto e claro, cutelaria.

Ao contrário dos outros anos imperava uma inconveniente regra no interior dos pavilhões: nada de fotografias. Provávelmente destinado a controlar a espionagem industrial, pensamos nós. Mas o certo é que ninguém se queixava e conseguimos de forma comedida, fazer a nossa recolha. Por variadas questões é sempre impossível documentar tudo mas esperamos que gostem daquilo que vos mostramos.

  • 0 Comentários
  • Categorias: Eventos
  • Facas Proíbidas – Quais são?

    Sobre a matéria legal nunca é demais reflectir sobre ela e focar determinados aspectos que, infelizmente, não fazem parte do conhecimento geral.

    Como está já discutido no artigo que aborda a Legislação sobre Facas, existe uma série de artigos que são, independentemente do comprimento da lâmina, consideradas armas proíbidas. A razão pela qual é simples: todos estes engenhos, mediante as suas peculiares características, não têm de forma assumida uma segunda utilização para além da própria agressão.

    Para clarificar as dúvidas, segue então a lista pormenorizada das armas brancas automáticamente excluídas pelo Estado Português como ferramenta de venda ou utilização livre/condicionada:

    Armas brancas dissimuladas sob a forma de outro objecto

    São todos aqueles dispositivos munidos de uma lâmina que (e aqui aplica-se o bom senso) não se assemelham com uma faca, mascarando-se de objectos do quotidiano (um telemóvel, uma caneta ou uma bengala, por exemplo). Aqui também poderão figurar as canetas de defesa (como é exemplo a Cold Steel Shark – embora seja discutível).

    Facas de Abertura Automática

    As facas com sistema automático de abertura vulgo ponta-e-mola, são proíbidas seja com sistema de abertura lateral ou frontal. Hoje em dia este conceito é um pouco retrógrado uma vez que muitas facas manuais são extremamente rápidas de serem abertas graças aos vários sistemas de alavanca e abertura assistida. Contudo, a lei é clara e é para ser cumprida. Além do mais esta faca pode ocultar totalmente a lâmina uma vez fechada, o que é uma das razões que torna este tipo de facas de venda ilegal.

    ! Actualização Importante: Segundo a legislação à data, as facas de abertura automática são permitidas desde que tenham lâmina de comprimento inferior ou igual a 10 cm. Contudo esta situação está prestes a ser alterada, resultando da proíbição total destas facas, na recente revisão à lei das armas, aprovada em Março de 2009 e que entrará em vigor, possivelmente, dentro em breve.

    Estiletes

    Aqui a lei é um pouco ambígua pois o conceito de estilete é muito vasto. Há quem considere como estilete um bisturi ou um X-Acto (e recentemente não ouvi falar de rusgas da PSP a Hospitais nem ao Staples) mas se formos ao cerne da palavra (e ao que o legislador quis dizer) poderemos extraír que o estilete é uma lâmina fina, longa e que não tem outra utilidade senão espetar. Mas, mais uma vez é tudo discutível, serão as bandarilhas dos toureiros estiletes ou um estilete é algo mais pequeno?

    Facas de Borboleta

    Estas são bem conhecidas. Caracterizam-se pelo facto de terem o cabo/punho dividido em duas partes que com movimento rápido rodam sobre dois eixos revelando uma lâmina (geralmente de duplo fio) com menor ou igual comprimento que os mesmos. Muito famosas nos anos 50 mas são hoje proíbidas em muitos países pelas mesmas razões da ponta-e-mola: lâmina oculta e rapidez de abertura.

    Facas de Arremesso

    São as ditas facas equilibradas usadas pelos fakirs no circo. É discutível se estas facas não poderiam ver a excepção à proíbição mediante justificação desportiva – afinal pouco difere da actividade de arco e flecha, e com o declínio das actividades circences bem que dava uma ajuda à arte. Estas facas têm um aspecto muito peculiar sendo que são geralmente desprovidas de cabo, resumindo-se a peças de metal afiado feito especificamente para ser atirado e espetado num alvo à distância. Podem contar com contra-pesos ajustáveis para calibrar o arremesso.

    Estrelas de Lançar

    Um derivado das facas de arremesso mas com uma forma muito mais peculiar. De origem oriental e imortalizadas no nosso imaginário pelos filmes de ninjas. São pedaços de metal recortados de forma circular com dentes ou saliências cortadas no disco de forma angularmente regular. São usadas para atirar e têm como único propósito de concepção o assassinato silencioso. São, portanto, proíbidas.

    Boxers

    Estas peças já fogem um pouco do domínio das facas sendo que se apresentam como um auxiliar da porrada. São geralmente feitos em metal e destinam-se a aumentar o poder de um murro, protegendo o agressor e prejudicando considerávelmente o alvo. Vulgarmente designados como “soqueiras”. Como não têm qualquer outra utilização são armas (brancas) proíbidas.

    E assim fica concluída a lista para que todos possamos compreender melhor os limites que a legislação Portuguesa impõe à compra, venda e detenção (seja para que fim for) de facas e canivetes.

    Gerber Multitools

    O Diesel é exemplo de um multi-tool muito resistente e de prática utilização

    Já estão disponíveis no Navalhas.com as novas Multitools Gerber em 5 distintos modelos, estando para breve a ampliação da oferta. A Gerber sempre foi uma marca que sensibilizou de forma positiva os entusiastas pelas multi-ferramentas, não só pelo design arrojado como pelas funcionalidades únicas.

    É de destacar os modelos de abertura rápida por intermédio de pinças retrácteis. Ao contrário de um alicata comum, que abre como uma borboleta (invertendo a posição de cada cabo) os One-Hand Multitools permitem que a funcionalidade do alicate seja acessível com um simples movimento do pulso. Exemplos desta característica é o Flik, orientado para as tarefas do dia-a-dia, e o robusto Diesel, um alicate virado para um uso mais intensivo ou fim profissional.

    A Gerber tem uma tradição muito antiga no domínio da cutelaria sendo que a sua rampa de lançamento fora o fabrico de facas de mato com especificações militares para a guerra do Vietname. A MK II Combat Knife foi aclamada com uma das favoritas dos soldados e comprovada posteriormente pelos civis. Irei desenvolver num outro post, mais sobre o papel da Gerber no campo das facas militares.

    No Suspension não se torna necessário abrir o alicate para aceder às ferramentas

    No Suspension não se torna necessário abrir o alicate para aceder às ferramentas

    Em complemento aos dois alicates “pontas de lança” já referidos, é possível encontrar no Navalhas.com o Gerber Suspension, que se apresenta como uma solução mais desportiva mas não menos prático. Este alicate de abertura em borboleta tem a particularidade de ter todas as ferramentas viradas para o lado de fora. Isto quer dizer que para aceder à lâmina ou à tesoura, não se torna necessário abrir o alicate, retirar a ferramenta em questão, e fechar novamente o alicate. Muito prático, sem dúvida.

    Para finalizar destaco também os porta-chaves Clutch (com pinça de alicate) e o Shortcut (com tesoura). Ideais para servir de complemento a uma multi-tool de maior porte ou simplesmente a solo para um uso mais específico. Escusado seria de dizer que são presentes excepcionais.

    Mais da Gerber muito em breve.

    Site oficial: Gerber Legendary Blades

    O Preconceito Chinês

    Quantos de nós não temos, por mais ligeiro que seja, aquele preconceito de tudo o que vemos feito na china tem de ser mau? É de facto um dado adquirido que quando se comparam as origens de artigos, em especial de facas e canivetes, locais como Estados Unidos, Japão, Itália e França soam sempre bem melhor que Taiwan ou China.

    Acontece que nos dias que correm mesmo as grandes companhias como a Leatherman ou a Spyderco já se renderam às evidências da mão de obra barata e baseiam o fabrico em sub-contratação a países estrangeiros. Mas será que isso teve algum impacto na qualidade dos seus artigos: nem pensar.

    O artigo é o mesmo, o processo de fabrico é o mesmo e o aço é o mesmo – o funcionário é que tem os “olhos em bico”, passo a expressão. Assim sendo, é cada vez mais comum encontrar o mesmo artigo fabricado em sítios diferentes ao longo do tempo – faz parte da estratégia económica da empresa.

    Pessoalmente não me incomoda nada pois sei que CRKT ou a Spyderco têm um rigoroso controlo de qualidade e uma elevada fama em canivetes resistentes, duráveis e funcionais. E face aos acessíveis preços que hoje em dia se praticam, a origem do artigo é, no mínimo, secundária.

    Fórum: Bushcraft PT

    Ainda no seguimento do blog Bushcraft e Técnicas de Sobrevivência, fica aqui a nota de que o lançamento de um fórum de discussão sobre a modalidade foi realizado. O fórum com o mesmo nome do blog conta com variadas secções pertinentes sobre o tema e claro, uma secção dedicada em exclusivo à cutelaria de sobrevivência onde é possível debater e trocar impressões sobre os mais variados modelos, suas aplicações, manutenção e legislação aplicável.

    IWA 2009 – Nuremberga

    A edição de 2009 da IWA terá este ano lugar entre os dias 13 a 16 de Março no centro de exibições de Nuremberga na Alemanha. Esta é uma das maiores e mais importantes feiras mundiais no domínio da caça, aventura, armas de fogo, cutelaria e muitos outros temas relacionados.

    Com agora 36 anos de vida, a IWA contou com uma crescente afluência de fabricantes e distribuidores de todo o mundo, atingindo em 2008 mais de 1000 expositores em simultâneo e cerca de 30 mil visitantes de 100 países diferentes. No campo da cutelaria bem podemos dizer que a IWA está muito bem guarnecida e onde será possível vislumbrar as mais recentes novidades das mais importantes marcas mundiais.

    Este ano será a nossa quarta visita à gigante exposição pelo que prometemos documentar aqui todas as  novidades e garantir um ano de 2009 recheado de artigos aliciantes no Navalhas.com. Fique atento!

  • 4 Comentários
  • Categorias: Eventos
  • Blog: Bushcraft e Técnicas de Sobrevivência

    Aqui fica uma sugestão para um blog que já conta com várias demonstrações de conteúdo de qualidade: o Bushcraft e Técnicas de Sobrevivência. Gerido e actualizado por um nosso cliente, tem como objectivo dar a conhecer esta actividade ligada à natureza e à análise e exposição de material e equipamento para a prática da mesma.

    Além disso conta com já com uma ampla abordagem à utilização e escolha de facas para Bushcraft como é possível ver nos seguintes artigos:

    Um site muito interessante e de visita obrigatória.

    Cold Steel Rubber Training

    Se faz da defesa pessoal uma profissão, um hobby ou um modo de vida, sabe quanto é importante a presistência no treino com acessórios reais. Trabalhar com facas de gume vivo é sempre arriscado mas o recurso a lâminas demasiado flexíveis e brandas também não é recomendado: tira o medo de apanhar o golpe.

    Estão já disponíveis 4 modelos para treino da Cold Steel que reúnem as características perfeitas para um treino perfeito: muito robustas, muito rijas e nada letais. São fabricadas integralmente em Santoprene e são virtualmente indestrutíveis. E ao mesmo tempo que são ineficazes ao ponto de espetar ou cortar por mínimo que seja, são suficientemente hirtas para causar um “bom e motivador impacto” contra uma defesa menos feliz.

    Kukri Militar

    Mais um exemplo onde a linha branca evidencia qualidade inesperada. Não bastasse apenas a apetecível e atraente linha que as Kukri suscitam, alia-se assim uma óptima relação qualidade/preço com especial enfoque no tratamento rugoso e anti-reflexo da lâmina.

    Por apenas 25,00€ esta peça poderá fazer as delícias de muitos que atraídos pela mística deste tipo de lâmina sempre ficaram retraídos com o aspecto artesanal/clássico que as originais (ou imitações de kukris originais) aparentam. Esta tem “militar” escrita de uma ponta à outra.

    Vendida com uma baínha simples em nylon, a Kukri Militar é uma escolha diferente para uso como faca de mato. Disponível na Navalhas.com.

    A Lei das Facas

    Mesmo perto de mais uma revisão à lei, recomenda-se a leitura da nossa interpretação sobre a presente legislação sobre armas brancas e como esta afecta o cidadão comum. Resumidamente poderemos apurar o seguinte:

    • Lâminas com menos de 10 cm não são consideradas (à partida) armas.
    • Facas de borboleta, boxers, facas de arremesso, estiletes e estrelas de lanças são armas proíbidas.
    • Facas dissimuladas de outros objectos (por exemplo um telemóvel, um sapato) são armas proíbidas.
    • Lâminas sem afectação a caça, actividades desportivas, coleccionismo e outros contextos são armas proíbidas.
    • A detenção de facas está intimamente ligada com o contexto de utilização e com eventuais licenças (ou filiações) que comprovem o propósito dessa mesma posse.
    • A venda de facas não depende de alvará de armeiro. Tanto navalhas são permitidas de venda em tabacarias como machetes e machados em grandes superfícies comerciais.

    Ler mais sobre este assunto na página Legislação das Armas Brancas.

    Polls

    Para facas de lâmina fixa, que tipo de material é mais do seu agrado?

    Ver Resultados

    Aviso Legal

    O Blog ArmaBranca.com não advoga, sob qualquer circunstância, praticas de violência, atentados à liberdade ou integridade física, nem a utilização de peças de cutelaria para fins destrutivos ou ilegais. Este blog tem como alvo o coleccionismo e a utilização de facas/canivetes para fins desportivos ou profissionais. Para saber mais sobre o conceito de arma branca, recomendamos a leitura do Regime Jurídico aplicado às Armas Brancas.