faca-danificadaAo contrário da maioria dos materiais sintéticos, a madeira tem propriedades muito diferentes que a torna muito atrativa, e simultaneamente sinónimo da necessidade de melhores tratos.

Um cabo em madeira tem a particularidade de se destacar pela sua elegância e valor acrescido pois cada cabo aparentará tonalidades e texturas diferentes. A madeira também contribui para o conforto na utilização da faca, não só por ser um material macio mas porque permite algum nível de customização. Por vezes, basta desbastar ou lixar determinadas áreas do cabo, para este assentar na perfeição na nossa mão.

Mas usar e/ou colecionar facas com cabo de madeira implica alguns cuidados se pretendemos estender a sua durabilidade. A madeira altera-se mediante as condições atmosféricas como a temperatura, exposição à luz, humidade, etc. Negligenciar algumas medidas de proteção poderá levar a que a madeira estale, lasque ou simplesmente perca a sua beleza que tanta distinção traz à faca.

#1 Não lavar no lava-louças

Esta é uma dica que se pode aplicar a todas as facas, especialmente aquelas cujo material da lâmina é mais macio e delgado. E alguns dos “inimigos” do aço são os mesmos da madeira. As diferenças de temperatura, o excesso de humidade e os tombos a que a faca estará sujeita, é caminho certo para a desgraça.

#2 Não mergulhar

A água estraga a madeira e altera a sua resistência. O excesso de humidade também promove o aparecimento de colónias de fungos que se alimentam da própria celulose. É sempre preferível usar um pano como agente intermédio ao invés de “demolhar” o cabo.

#3 Evitar exposição solar

A madeira tem alguma gordura que vai secando com o tempo. Expor a faca à radiação ultravioleta do sol é acelerar a evaporação dessa mesma gordura que confere a resistência, maleabilidade e toque que gostamos neste material. A luz solar degrada também o verniz e induz a alteração de cores, arriscando que os dois lados da faca fiquem com cores diferentes.

#4 Olear frequentemente

Uma das melhores formas de proteger a madeira é mesmo mantê-la engordurada, compensando as perdas que esta vai registando naturalmente. Pode optar por produtos fabricados especificamente para o efeito, ou simplesmente usar o que tem à mão. Sebo ou azeite são boas opções de carácter económico. As facas de coleção devem também merecer tal tratamento, devendo ser oleadas de meio e meio ano, mesmo que as condições de ambiente sejam favoráveis (fresco e seco).

#5 Limpar após uso

Já disse que não devemos mergulhar a faca, mas limpar é absolutamente necessário. Como já foi dito, usar um pano, pincel ou escova para tirar a sujidade, enxaguando logo de imediato e deixando secar à temperatura ambiente. Não usar secadores nem deixar ao sol pois os choques térmicos são dos principais flagelos do aço e da madeira.